Domingo, 30 de Abril de 2006

Jose Mourinho atira medalhas de campeão para a bancada

Dois adeptos do Chelsea tiveram hoje verdadeiras razões para celebrar. Tudo porque para além de festejarem mais um título de campeão inglês do seu clube, receberam ainda das mãos do treinador português José Mourinho duas medalhas de campeão.

O técnico começou por atirar a sua medalha para a bancada inferior de Stamford Bridge, denominada Matthew Harding e quando um membro da organização lhe entrgou uma de substituição, Mourinho não hesitou e repetiu o gesto, direccionando o precioso troféu para a mesma bancada.

“Apenas quero uma. Não posso guardar todas as medalhas. Já tenho uma de campeão inglês da temporada passada”, revelou o animado Mourinho aos jornalistas presentes.

“Acho que os adeptos, especialmente os que estão atrás daquela baliza (bancada Matthew Harding), são os melhores. A medalha era para toda a gente, mas acho que quem a agarrou é uma pessoa feliz, que vai para casa com uma recordação fantástica ou então vai ao Ebay (empresa de leilões online) fazer uma fortuna.”

Questionado pelos jornalista se este seria um gesto simbólico, tal como fez ao serviço do FC Porto depois de vencer a Liga dos Campeões, podendo estar a dar a ideia de que quereria abandonar Londres, Mourinho foi claro: “A menos que o clube me despeça, quero ficar, estou preparado para ficar e a trabalhar para ficar.”

Fonte: Record
publicado por Admin às 10:19
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Abril de 2006

Mourinho: «Pensei em bater com a porta»

Se já não fosse um dos mais bem sucedidos e polémicos treinadores de sempre, José Mourinho entraria já para tão restrita galeria com as declarações que fez escassos minutos após a conquista do bicampeonato inglês: "Durante a época, pensei algumas vezes em bater com a porta e dizer adeus", desabafou.

"É pior clube do Mundo para treinar. Pode ter-se sucesso, ganhar, mas nunca é suficiente. Deveria ser, neste momento, o treinador mais feliz do Mundo, mas não sou; o que não quer dizer que queira ir-me embora", disse o "special one" em conferência de imprensa, pouco depois de ter erguido o 2.º troféu da Premier League em dois anos (quarto campeonato em 4, somando aos dois do FC Porto...), perante equipa e fãs num Stamford Bridge delirante, alegando que a riqueza do clube contribui para tal estado de coisas, particularmente por ser tratado de forma diferente pela comunicação social e personalidades de clubes adversários.
publicado por Admin às 21:55
link do post | comentar | favorito
|

Mourinho: Vence Premiership

Mourinho oferece medalha de campeão e casaco aos adeptos Não há ninguém como ele. Não, não vou dizer que é o «special one», nem esgotar adjectivos à exaustão, até porque a imprensa nacional já os gastou. Nesta altura de celebração julgo ser importante vincar a ideia de estarmos perante alguém único, que não só conseguiu transformar o futebol, através de conceitos, tácticas e abordagens da filosofia de treino, mas também devolveu algum orgulho ao ser português.

Não falo aqui na escolha hipócrita entre ser por uma equipa nacional ou apoiar um clube estrangeiro, mas naquele singelo pormenor de pegar num cachecol de Portugal e colocá-lo ao pescoço, momentos antes de terminar o jogo com o Manchester United. Lá no fundo, apesar de se queixar tanto (atributo genuinamente «tuga»), Mourinho sente a coisa nacional e mesmo estando no centro do mundo lá se deu ao trabalho de pensar no cantinho à beira mar plantado, se calhar no peixinho de Setúbal, no azul do mar, na recompensa ao sol.

Sabendo que tudo o que ele faz é estudado, aquele pareceu-me um gesto autêntico, assim como o atirar do casaco e da medalha aos adeptos. Percebeu-se, quando subiu ao palanque da vitória, a tentação de voltar a fazer a diferença. E Zé agradeceu a todos os que cantam «José Mourinio, José Mourinio» até à exaustão. Era motivo para regozijo, porque naquele momento não comemorava apenas o «Back to Back» em Inglaterra, mas a obtenção do quarto título nacional consecutivo (dois pelo F.C. Porto, outros dois pelo Chelsea).

Numa altura em que, por terras britânicas já começam a desconfiar do seu valor, pelo facto de não ter conseguido vencer a Liga dos Campeões, sou cada vez mais adepto dele. Dele e de Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Maniche, Rui Faria, Silvino Louro e André Vilas Boas, portugueses de gema que não se esquecem das origens e fazem questão em erguer esta bandeira. Poderão dizer que é patriotismo bacoco, eu prefiro agradecer e falar em orgulho nacional. Algo que continua a fazer sentido neste mundo cada vez mais uniformizado.

Fonte: MaisFutebol
publicado por Admin às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Mourinho: «A minha opinião sobre Scolari não se alterou»

José Mourinho falou que a sua impressão sobre Luiz Felipe Scolari, dado como provável seleccionador inglês, não se alterou.

Quando orientava o FC Porto, Mourinho criticou Scolari porque o brasileiro não seguia os jogadores do FC Porto, uma posição que foi mantida ao jornal The Sun.

«Nunca falei com ele e ele também tem o direito de não falar comigo. Não o quero chatear, mas não mudei de ideias sobre o assunto. Scolari nunca observou os jogadores do FC Porto, mas se pensa que aquilo que faz é suficiente e tem sucesso dessa forma...»

No entanto, Mourinho não deixou de mencionar que, caso fosse ele seleccionador nacional, a sua postura seria diferente:

«Cada um tem a sua forma de trabalhar. Se fosse treinador da selecção portuguesa de certeza que iria telefonar para todos os clubes para que deixassem assistir aos treinos semanais. E tenho a certeza que acediam ao meu pedido».

Fonte: Diario Digital
publicado por Admin às 11:00
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Abril de 2006

CHELSEA A UM PONTO DA CONQUISTA DE MAIS UM TÍTULO

Rio Ferdinand, defesa do Manchester United, está disposto a adiar os festejos do Chelsea este sábado, no jogo a contar para a 37ª jornada da Liga Inglesa.

Os “blues” de Mourinho, que somente necessitam de um empate para garantir o segundo título consecutivo, irão receber em Stamford Bridge um 2º classificado determinado a vencer.

"Nós queremos vencer para nossa satisfação pessoal. Os pontos irão ajudar-nos a confirmar a boa campanha deste ano. Eles irão tentar ganhar e cabe-nos a nós adiar isso”, disse Ferdinand.

Para o jogador dos "red devils", além de uma vitória, importante é mesmo deixar claro que o Manchester vai querer lutar muito mais na próxima época.

"Temos de começar bem no próximo ano, para isso temos de garantir que terminamos bem. Nós podemos vencer as melhores equipas e já o provamos frente ao Chelsea”, acrescentou

Fonte: Record
publicado por Admin às 10:23
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Abril de 2006

José Mourinho é o treinador mais bem pago do mundo

A American Express prepara-se para lhe renovar o contrato de publicidade para o Reino Unido, motivada pelo aumento de 53% da quota de mercado britânico no ano passado. Um sinal apenas do toque de Midas que a revista francesa France Football reflecte hoje, numa tabela publicada na sua edição semanal: José Mourinho é de longe o treinador mais bem pago do mundo, tendo arrecadado 10,9 milhões de euros em 2005, entre salários e proveitos comerciais. E só sete jogadores ganham mais do que o treinador português no mundo do futebol - Ronaldinho Gaúcho lidera a lista.

O contrato com o Chelsea, no valor de 7,5 milhões de euros/ano, seria o suficiente para o técnico setubalense liderar a bolsa dos treinadores mais bem pagos, à frente do ainda seleccionador inglês Sven Goran Eriksson. Mas para além do salário proporcionado pelo milionário Roman Abramovich, José Mourinho acrescenta uma história de sucesso no mercado publicitário. Actualmente, acumula vínculos como o de embaixador da marca desportiva Adidas (4,3 milhões de euros por quatro anos), rosto publicitário do banco BPI (cerca de 750 mil euros pela campanha "Ganhe como eu") e da Samsung, participação com a fadista Mariza e o piloto Tiago Monteiro numa campanha do Instituto de Turismo de Portugal, aposta da Apcor e do ICEP para a promoção da cortiça portuguesa no mercado britânico. Mourinho estará também envolvido proximamente numa acção de sensibilização para o recenseamento dos emigrantes, promovida pelo Governo.

A lista divulgada pela France Football mostra Eriksson a quatro milhões de distância de Mourinho, num top five dominado pelo mercado britânico. E mostra ainda que, no Chelsea, ninguém ganha mais que o treinador. Ronaldinho Gaúcho foi a personalidade do futebol que mais enriqueceu em 2005: 23 milhões.
publicado por Admin às 19:10
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 25 de Abril de 2006

Ricardo Carvalho: «Claro que não jogando não estou contente»

Nos últimos dias tem sido veiculada a possibilidade de Ricardo Carvalho abandonar o Chelsea no final da época, dado o interesse de Real Madrid e Barcelona. O defesa-central português não comenta o seu futuro mas sente-se lisonjeado com o interesse dos dois clubes.

«Não vou dizer se vou continuar ou não, não tenho de falar sobre isso, até porque não me beneficia muito estar a falar se vou sair ou não. É bom saber que tenho grandes clubes interessados em mim mas têm de perguntar aos responsáveis do Chelsea», disse o central na apresentação do cordão humano virtual que vai apoiar Portugal no Mundial da Alemanha.

A possibilidade de sair do clube inglês tem sido reforçada depois de alguns jogos relegado ao banco de suplentes. Ricardo Carvalho minimiza esse facto mas confessa alguma insatisfação: «Especula-se muito não ter jogado os últimos dois ou três jogos, mas a equipa também ganhou¿Claro que não jogando não estou contente e as pessoas começam a falar mas joguei nos encontros mais importantes do Chelsea e tenho jogado regularmente».

Ricardo Carvalho rejeita ainda a possibilidade de existirem problemas com José Mourinho, resultantes de declarações proferidas pelo central há alguns meses: «Acho que não¿acho que ficou tudo resolvido».

«Somos humanos e as coisas nem sempre correm como queremos»

No passado sábado o Chelsea foi derrotado pelo Liverpool e falhou assim a presença na final da Taça de Inglaterra. Ricardo Carvalho confessou a desilusão pela oportunidade perdida de conquistar um troféu que tem escapado aos portugueses: «Infelizmente não conseguimos chegar à final. Foi uma taça que não vencemos na época passada e, já que não estávamos na Liga dos Campeões, também era importante para nós. Temos o título para ganhar e a taça também era importante, mas as coisas não correram bem. Agora temos de ganhar a Liga e pensar no que correu mal».

A principal crítica que tem sido feita ao Chelsea de José Mourinho é a falta de conquistas além-fronteiras. O central português realça que o objectivo principal está prestes a ser conquistado, mas admite que a equipa queria triunfar mais: «Somos humanos. As coisas nem sempre correm como nós queremos, que é jogar bem e ganhar títulos. Este ano não conseguimos ir mais longe mas não há uma razão que explique isso. Acho que temos todos capacidades para, no próximo ano, fazer melhor. Claro que o principal objectivo era vencer a Liga inglesa e isso penso que vamos conseguir. Era importante ganhar mais coisas mas este ano não foi possível».

Fonte: MaisFutebol
publicado por Admin às 10:25
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Abril de 2006

Chelsea: Mourinho admite falta de motivação

O treinador do Chelsea, José Mourinho, acredita que os maus resultados da sua equipa nos últimos meses deve-se a falta de motivação.

Mourinho acredita que a sua equipa não alcançou todos os objectivos propostos porque não sentiu a necessária pressão que distingue as grandes equipas.

«Na primeira época a motivação e o entusiasmo eram maiores. Esta temporada foi muito fácil desde o início. Em Outubro ou Novembro a distância entre nós e as outras equipas era muito, muito, muito grande».

O técnico defendeu que «é necessário que nos sintamos desafiados desde o início para sentir pressão, para sentir que precisamos de melhorar. Nós nunca sentimos isso».

Fonte: DiarioDigital
publicado por Admin às 16:14
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Abril de 2006

Mourinho falha dobradinha!

Ainda não será este ano que Mourinho conquistará a Taça de Inglaterra, único troféu que lhe falta em terras de Sua Majestade. O Chelsea foi ontem derrotado pelo Liverpool, por 1-2, na meia-final a um jogo disputado em campo neutro (Old Trafford) e perdeu o ensejo de vencer a ‘dobradinha’. O outro finalista sairá do embate de hoje entre o Middlesbrough, de Fábio Rochemback, e o West Ham.

Nos últimos nove jogos entre Liverpool e Chelsea, a equipa de Rafa Benítez só vencera uma vez, na meia-final da Liga dos Campeões da época passada. Ontem, os ‘reds’ repetiram o feito e de novo numa prova a eliminar.

Num jogo marcado pela guerra de palavras entre Mourinho e Benítez – o espanhol atribuiu o sucesso dos ‘blues’ ao dinheiro de Abramovich e o português disse que só conta o primeiro lugar na Liga e todos os outros são derrotados – o Chelsea começou melhor e Drogba desperdiçou duas grandes ocasiões nos primeiros minutos. John Arne Riise foi mais certeiro e fez o 1-0 de livre directo aos 21 minutos. Luis Garcia (53’) ampliou a vantagem com remate de longe brilhantemente executado.

O Chelsea carregou mas só empatou aos 73’: Riise falhou um corte e colocou a bola na cabeça de Drogba, que reduziu para 1-2.

No último quarto de hora o Chelsea lançou-se em busca do empate que só não alcançou porque, já nos descontos, Joe Cole desperdiçou escandalosamente só com o guardião Reina pela frente.

Fonte: Correio da Manhã
publicado por Admin às 11:34
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Abril de 2006

José Mourinho "Não podemos desperdiçar nenhuma oportunidade"

Na habitual conferência de imprensa antes dos jogos José Mourinho, que quer levar o Chelsea até à final em Cardiff disse:

“O Liverpool defende muito bem. Eles consentem poucos golos. Tu tens de marcar quando tiveres oportunidade para o fazer, porque contra o Liverpool é complicado de criar muitas oportunidades.

“Eles pensam muito defensivamente, portanto termos oportunidades de golo é complicado. Se tu não aproveitas as oportunidades quando as tens, no fim do jogo vais passar o resto do dia a lamentar as oportunidades de ouro perdidas.”

O jogo é hoje às 17:15 e têm transmissão em directo em exclusivo na SportTv, não esqueça que pode fazer as suas apostas no nosso banner da BetAndWin!

Força José Mourinho.
publicado por Admin às 10:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Jose Mourinho Blog - Muda...

. José Mourinho perde peso

. Jose Mourinho oferece 40 ...

. Jose Mourinho já prepara ...

. José Mourinho receptivo a...

. José Mourinho não conta c...

. Hilário é o eleito de Jos...

. José Mourinho admite que ...

. Defesa-central português ...

. Jose Mourinho autoriza sa...

.arquivos

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds